quarta-feira, 12 de Outubro de 2011

Resumo do livro "O Leitor", de Bernard Scklink


O livro começa na Alemanha, ainda no período pós-guerra.
Fala sobre um jovem (Michael), de apenas quinze anos, que sofria de uma doença. Houve um dia, no seu regresso para casa, após a aula, começa a ter dores, devido à sua doença, e é ajudado por uma mulher de 36 anos, está mulher é Hanna, que o ajuda a chegar até casa.
A doença de Micheal entretanto piora e fica muito doente e impossibilitado de sair de casa por algum tempo, mas assim que se vê bem novamente, vê-se na obrigação de ir agradecer a ajuda que a mulher prestou.
Michael consegue saber onde a senhora vivia e vai até ao seu apartamento, levando flores para agradecer. Mais tarde quando voltou para visitar Hanna e ele chega no momento em que ela estava a trocar de roupa e Michael não conseguia olhar para outra coisa se não para a mulher, mas esta entretanto vê-o e ele com vergonha e com medo que ela se zangasse fugiu.
 Passado algum tempo, Michael lutando contra a timidez e a vergonha  vai até lá para pedir desculpa pela sua reacção, mas devido uma série de eventos ele fica todo sujo e a Hanna oferece a sua banheira para ele se lavar mas ao fim de algum tempo eles os dois acabam juntos, na cama. Após este acontecimento começa a criar-se uma rotina entre estes dois, Hanna pede ao Michael para ler em voz alta e de seguida fazem amor, por vezes tomando banho juntos.
O romance cresce durante o verão.
Ao ser promovida no seu trabalho, vê-se obrigada a ir trabalhar no escritório, e Hanna resolve ir embora sem avisar nada a Michael, que sofre muito com sua partida.
Os anos passam, Michael é agora um estudante aplicado do curso de direito, e alguns alunos inscrevem-se para acompanhar o julgamento de ex oficiais da SS, pela morte de prisioneiras judias.
No julgamento, atento às coisas que estavam acontecendo Michael fica surpreendido ao ver Hanna sentada no banco dos réus(banco dos culpados), sendo julgada por ter sido guarda em Auschvwitz e mais tarde noutro campo de concentração.
Durante um ataque as prisioneiras estavam fechadas dentro de uma igreja que devido a uma bomba começa e pegar fogo e Hanna assina uma confissão que confessa que não tentou salvar as prisioneiras e é condenada à prisão perpetua, assumindo uma culpa que não era sua só para que não descobrissem que ela era analfabeta. Mais tarde veio a saber que o documento onde assinou a sua culpa não era destinado para si, mas como era analfabeta fingiu que leu e assinou.


Curiosidades: Filme inspirado no romance de Bernhard Scklink que tem o mesmo nome, teve 5 nomeações aos Óscares 2009 - melhor livro adaptado, melhor fotografia, melhor director, melhor filme e melhor actriz, onde Kate Winslett, acabou ganhando o prémio.

Jorge Favinha nº16

Sem comentários:

Enviar um comentário